Músico profissional ha mais de 13 anos. Já participou de várias bandas na Região Sul de SC tocando nos mais diversos lugares. Ganhador de concursos nacionais e também professor de bateria em cidades do Sul de SC. Atualmente leciona aulas particulares de bateria em seu estúdio em Tubarão/SC e em Braço do Norte/SC na Escola Acordes e Rufos tendo mais de 60 alunos particulares; é requisitado para gravações nos mais diversos estúdios da região; realiza Workshops em todo o Brasil; acompanha o Cantor Sandro Rios e também o Cantor Rubens Daniel(The Voice Brasil 2013) no Sul de SC; estuda diariamente em busca do aperfeiçoamento de sua habilidade como baterista; recebe o apoio de Baterias Nagano | Baquetas Liverpool | Pedais KA | Pratos Meinl | Bags Coletane.

Deslocamento Rítmico

20 de outubro de 2014, por Éder Medeiros

Estes exercícios que estou publicando para vocês, têm como objetivo, nos dar uma visão maior do ritmo e da divisão que nele compõe.

Um groove pode ser mantido e ao mesmo tempo alterado... O que eu quero dizer? 

Você pode ter uma mesma sequência de notas e acentos, mas se você trocar a figura e manter o mesmo padrão, isso irá confundir um pouco a nossa cabeça, pois a pulsação continuará no mesmo lugar, mas o ritmo nos dará uma outra sensação de tempo, uma sensação de desconforto na qual eu chamo de deslocamento rítmico.

Um exemplo básico para clarear este assunto é você pegar um Paradiddle Simples, no qual consiste em DEDD EDEE, ele possui quatro notas, geralmente acentua-se a cada 4 notas. Tente manter este padrão de raciocínio e esta mesma sequência de mãos e movimentos, mas altere a velocidade que até então estava pulsando em divisão de Semicolcheias, para Tercinas, Você perceberá que algo ficou esquisito, pois o acento que é o que nos dá uma segurança no ritmo estará fora do tempo. E agora?

Os exercícios abaixo vão de básico até avançado em pouco tempo.

Utilize o clique, faça lentamente e vá acelerando aos poucos.

*No topo da página você encontra o PDF com a transcrição completa deste material 


Crie suas ideias, seus grooves!

Tome muito cuidado de quando e onde irá usar suas aplicações deslocadas. Muitas vezes a música não estará pedindo por isso. Exercite sempre junto do metrônomo e se prepare muito antes de utilizar estas ideias no seu som.

Muito obrigado e até a próxima!!!
Bons Estudos!

Éder


Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos