Graduado em percussão pela ULM. Estudou bateria sob orientação do educador Marcos Batera. Percussionista da Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes entre 2003 e 2008, tendo realizado diversos trabalhos com músicos da área erudita e popular, entre eles: os violonistas Daniel Wolff e Gilson Antunes, o trompetista Fred Mills, os cantores Guilherme Arantes, Ivan Lins e Flavio Venturini, entre outros. Desde 2003, leciona percussão em projetos sociais, usando a música como principal ferramenta para o desenvolvimento social de crianças e adolescentes. Como editor de partituras (copista), já realizou diversos trabalhos, como transcrição de músicas, realização de métodos e editoração de partituras para grupos musicais, bandas e orquestras sinfônicas.

Groove, preparação ou virada?

27 de setembro de 2014, por Marco Júnior
Geralmente, devido ao estilo musical, determinados grooves, possuem uma métrica diferente da qual estamos acostumados a tocar. Com isso é possível utilizá-los como virada ou passagem de um trecho musical.

Abaixo temos dois exemplos de como aplicar essa ideia.
 
                                                  1.

                                                  2.


Dicas:

- Estude as páginas 16, 17 e 18 do livro “Ultimate Realistic Rock” do baterista e educador Carmine Appice.
- Toque dez vezes cada quadratura sugerida no livro e depois aplique da forma sugerida nos dois exercícios acima.

Também fica interessante fazer terminações acrescentado caixa e pratos.

 

 
Outra forma de aplicar essa ideia é colocar o “groove” antes de uma virada.





Bons estudos e até a próxima!
Marco Junior
Tags: dicas | grooves | viradas

Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos