Levada de Ijexá

27 de agosto de 2012, por Duda Moura para o Site Batera
Aí vai mais um workshop sobre os Ritmos Brasileiros. O Ijexá é um ritmo que eu tenho em particular muita identificação ao tocar, não sei dizer por que, mas me sinto 
bem à vontade. 

Ijexá
Ritmo de origem, africana tocado nos terreiros de candomblé da Bahia. Não podemos falar de Ijexá sem falar de Afoxé, a origem e a postura dos afoxés estão diretamente ligadas aos preceitos do candomblé, inclusive na utilização dos instrumentos (atabaques, agogôs, xequerês etc.). Seus componentes usam trajes de inspiração africana, e cantam músicas geralmente em dialetos africanos.

Além disso, tem fundamentalmente consciência de grupo, comunidades de valores e hábitos que o distinguem de qualquer outro tipo de bloco ou cordão. Os laços lúdicos-religiosos que congregam as pessoas no afoxé devem sua importância, antes de mais nada, à manutenção de valores culturais ligados aos inúmeros Terreiros de Candomblé da Bahia. Oxé é uma espécie de "candomblé de rua" que canta e dança no ritmo "Ijexá", numa saudação e louvação às divindades das religiões africanas.

Principais Afoxés

Filhos de Gandhy: Fundado em 18 de fevereiro de 1949 por um grupo de estivadores do Porto da Cidade de Salvador. 
Oju Obá: Criado em 20 de novembro de 1985. 
Baduê: Criado em 13 de Maio de 1978. 
Afetetê: Criado em 09 de março de 1986. 
Olori: Criado em 05 de março de 1981. 
Artista Pop - Gerônimo: Álbum "Dandá" (Gravadora Continental) 


Os exemplos a seguir são versões para o set de bateria, tocados da forma como os concebo:


 

A seguir temos a música Sina do Djavan, onde você poderá ver uma bela aplicação do Ijexá.

Bom estudo e até a próxima!
 
Duda Moura



Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos