Redator/colaborador do Batera.com.br - notícias, entrevistas, artigos e biografias. Contato com assessorias de imprensa e produtoras, bandas, músicos, bateristas e percussionistas. Formado em jornalismo, músico e fotógrafo profissional (navios de cruzeiro internacional) e autônomo (produtos, eventos). Repórter em rádio AM; produtora de vídeo e TV; revistas especializadas (contas, marketing); jornais impressos; assessoria de imprensa (conteúdo, webrelease, redes sociais; SEO; Analytics).

Shout At The Devil: O 2º disco do Mötley Crüe

03 de outubro de 2014, por Rafael Ferraz
Segundo álbum de estúdio do Mötley Crüe, Shout at the Devil foi lançado em 26 de setembro de 1983. Gravado no Cherokee Studios em Hollywood, Califórnia (EUA), e produzido por Tom Werman, o disco da gravadora Elektra é rotulado pelo gênero Heavy e Glam Metal, por diversas publicações especializadas. Foi gravado com o baterista Tommy Lee que, naquela época já inovava nas performances tocando de cabeça pra baixo, ou com uma bateria giratória e até suspensa sobre a plateia. 
 
Antes do Shout at the Devil, o Mötley Crüe lançou o disco de estreia Too Fast for Love (1981), e o seguinte, Theatre of Pain (1985). O segundo, considerado um dos mais influente do gênero daquela época e, ainda hoje, traz sucessos como os singles "Looks that Kill", "Too Young to Fall in Love" e "Shout at the Devil" - faixa-título que você pode tocar e praticar na sessão Play alongs do site Batera.

As letras das composições falam de sexo, violência, drogas e temas que retratam a rebelião adolescente. No visual da "moda Glam Metal ", com cabelos compridos, volumosos e armados, muita maquiagem, roupas escuras, cores fortes e saltos altos, o grupo ganhou quatro discos de platina por vender mais de 4 milhões de cópias do álbum Shout at the Devil. 

Certificado como platina quádrupla em 15 de maio de 1997, o disco também ficou na 17ª posição da Billboard 200. Com "Too Young to Fall in Love" e "Shout at the Devil", chegaram nas 54ª e 90ª posições, respectivamente na Billboard Hot 100 em 1984, e com "Shout at the Devil" na 30ª colocação da Hot Mainstream Rock Tracks chart. 

Originalmente lançado com 11 faixas, em 2003 a banda presenteou seus fãs com uma versão remasterizada com mais 5 faixas (demo) bônus: "Shout at the Devil"; "Looks That Kill"; "Hotter Than Hell"; "I Will Survive"; "Too Young to Fall in Love". A capa de Shout at the Devil é um tributo ao álbum Let It Be dos The Beatles. (Veja abaixo na Galeria de Imagens).
 
 
CRÉDITOS:

Vince Neil - vocal
Mick Mars - guitarra
Nikki Sixx - baixo
Tommy Lee - bateria
Allister Fiend - Narrador
Tom Werman - Produtor 

Galeria de imagens

Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos