Site batera publica a série 'fisioterapia para bateristas' com três reportagens sobre o tema

13 de maio de 2013, por Site Batera
Em entrevista exclusiva ao site Batera, o fisioterapeuta Luiz Eduardo Monteiro fala da importância de cuidar do corpo ao praticar qualquer atividade física, como tocar bateria e percussão, por exemplo. A fim de ajudar a cuidar e melhorar a condição física dos músicos, e prevenir essas lesões, Monteiro - fisioterapeuta especializado em ortopedia, esportes, reabilitação funcional e outras áreas - explica a importância de fazer alongamentos antes de um show, ensaio ou estudo, diante dos pratos, tambores.

Esclarecendo os possíveis problemas que um baterista pode ter, Monteiro lembra que, para evitar lesões, é preciso estar atento à postura e alongamentos que podem evitar muitos problemas físicos. "Toda atividade, seja ela esportiva, recreacional ou profissional, quando é realizada por períodos de longa duração, onde o gesto repetitivo é imposto ao corpo, associado a má postura, pode acarretar em diversas lesões", alerta.       

Assim, fazendo entender que o baterista "ao realizar sua atividade" - usando ombros, braços, mãos e dedos, pernas, joelhos, tornozelos e pés, pode sim sofrer devido a carga excessiva, a repetição usando força e previsão por um longo período. "Este músico está sujeito à cargas compressivas na coluna vertebral, pelo longo período de tempo sentado, além de lesões por esforços repetitivos - LER", conclui o profissional informando que as mais comuns, são as lesões de hérnias de disco, cervicalgias, tensões musculares e tendinites.

Para evitar esses problemas, muitos bateristas e percussionistas, por conta própria, buscam maneiras de se aquecer e se alongar antes de começar a tocar. Mas para o fisioterapeuta, este é um assunto ainda bem controverso. "Embora estudos recentes demonstrem que o alongamento antes da atividade física, reduz a potência e a força muscular, aumentado o risco de lesões", ainda sim, afirma Monteiro, que o ideal é fazer um aquecimento, realizando movimentos com os grupos musculares nos quais o músico vai usar tocando sua bateria. 

Então, segundo Monteiro, a maneira correta de se prevenir é fazendo um bom alongamento antes e depois de tocar. O fisioterapeuta ensina que, "um baterista pode realizar movimentos rotacionais do tronco, punhos e braços, com o pescoço e ombros, abrindo e fechando as mãos", explicando que com isso estaria preparando estas articulações para a tarefa. "E somente após a prática, realizar alongamentos, de flexores e extensores do punho, braços e pescoço e, por fim, as costas", finaliza.
 
 

Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos