Alex Buck

06 de maio de 2011, por Site Batera

Na família de Alex Buck, seu tio por parte de pai tocava bateria num grupo de rock e seu avô tocava jazz ao piano.

Alex começou a estudar flauta doce aos seis anos de idade, passando para o piano aos dez e para a bateria aos doze. Dentre suas lembranças musicais mais antigas estão as aulas de iniciação musical no CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical, fundado e dirigido em São Paulo pelos músicos do Zimbo Trio) e o coral da Escola Nova Lourenço Castanho, onde estudou.

Foi aluno de Giba Favery, Pércio Sapia e Giba Estebez. Preferia estudar tocando junto com os discos, prática à qual atribui a maior parte de suas descobertas e de seu aprendizado.

Recorda-se dos métodos "Stick Control"(Ed. George B. Stone & Son, Incorporated), de George Lawrence Stone, e "All American Drummer - 150 Rudimental Solos" (Ed. Ludwig Music Co.), de Charles Wilcoxon.

Além dos já citados professores e livros, as aulas de piano com Silvia Goes e de bateria com Cuca Teixeira, Sandro Haick e Bob Wyatt foram decisivas na formação de Alex Buck.

Dos músicos com quem convive, os mais importantes para o baterista são Thiago Espírito Santo, junto com quem desenvolveu sua maneira de tocar bateria. "Ficávamos horas tocando no meu estúdio, estudando baixo e bateria, conversando e ouvindo discos, além de irmos ao Sanja (famoso bar paulistano dedicado à música) para ver os músicos mais velhos tocando."

Além dele, o guitarrista Michel Leme, a pianista Silvia Goes, o baixista Arismar do Espírito Santo e, mais recentemente, Dominguinhos são figuras decisivas na formação de Alex Buck.

Fonte: http://www.musicosdobrasil.com.br

 

Veja também: Todas as biografias