Baterista bate recorde em maratona de bateria

17 de novembro de 2014, por Rafael Ferraz
 
Baterista de Castelo Branco, cidade em Portugal, Carlos Santos completou na madrugada do sábado (9), exatas 132 horas e 58 minutos na maratona de bateria, ultrapassando a marca mundial do "Guinness World Records" de 122 horas e 25 minutos, pertencente a Kunto Hartono.

Carlos Santos candidatou-se ao Guinness para a maratona de bateria e já tinha batido o recorde nacional português de 24 horas - no dia 10 de novembro, do baterista Joaquim Galhardo, de Nisa (PT). Durante a madrugada, o músico português atingiu as 132 horas e 58 minutos, colocando um ponto final na maratona iniciada dia 9 de novembro, no Fórum de Castelo Branco. 

Esperando pela homologação e reconhecimento do resultado pelo "Guinness", o baterista de Castelo Branco atingiu ainda outro objetivos que se propôs na maratona de bateria: aparecer na mídia em defesa a uma parentalidade positiva - o jovem baterista, que é pai de uma criança de quatro anos, luta contra a alienação parental.

O baterista Carlos Santos, pouco antes de terminar a maratona acompanhada por centenas de pessoas, dedicou algumas palavras aos músicos que o acompanharam ao longo daquela semana e ao público que, segundo ele, lhe deu força e incentivou a continuar: "Dizem-me és o maior. Não. Somos todos os maiores". 
 
Em Portugal, a 'Parentalidade Positiva' é o "comportamento parental baseado no melhor interesse da criança e que assegura a satisfação de suas principais necessidades e capacitação, sem violência, proporcionando reconhecimento e orientação necessários, que implica nos limites de seu comportamento, para possibilitar o pleno desenvolvimento". 
 

 
Assista ao vídeo abaixo da maratona de bateria para bater recorde mundial:

 
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários