Baterista do AC/DC não deve participar do Grammy Awards 2015

17 de janeiro de 2015, por Rafael Ferraz
Segundo o International Business Times, o baterista Phil Rudd não deve se juntar aos colegas do AC/DC na 57ª edição do Grammy Awards em Los Angeles (EUA), no dia 8 de fevereiro. Apesar de não haver um comunicado oficial sobre sua participação, a Ultimate Classic Rock até já publicou uma lista de potenciais bateristas para substituir o músico que enfrenta problemas com a justiça.

De acordo com informações levantadas pelo site Blabbermouth.net, o roqueiro que está em liberdade sob fiança após se declarar inocente das acusações de ameaça de morte e porte de drogas, foi intimado a se apresentar no tribunal em Tauranga, Nova Zelândia, em 10 de fevereiro, apenas dois dias após o Grammy. Na ocasião, será feita uma revisão das acusações apresentadas contra ele no ano passado. 

Chamando as acusações de "ridículas", quando se pronunciou pela primeira vez desde sua prisão em novembro, o baterista insiste que tem a intenção de continuar como integrante do grupo australiano. "Isso foi apenas uma grande bola de queijo e os ratos estão se reunindo para pegar um pedaço. (...). Eu quero o meu emprego de volta, eu quero a minha reputação de volta, e eu terei isso de volta".
 
Phil ainda afirmou: "Eu vou voltar a trabalhar com o AC/DC. Eu não me importo com quem gosta ou não. Todo mundo ouve as pessoas erradas. Mas deveriam me ouvir. Eu sou um cara legal, e um baterista muito bom, por sinal. Pergunte Angus [Young, guitarrista do grupo]. Ele vai te dizer", garante. 

Porém, Angus Young disse ao The Pulse Of Radio que não é a habilidade de Rudd como baterista que está em questão, mas seus recentes e duvidosos comportamentos. "Ele é um grande baterista, você sabe", disse Angus. "Ele está com a gente, você sabe - a gente vai voltar, mas isso torna difícil para o que fazemos. Você não pode planejar nada, você sabe. Mesmo que alguém pergunte: 'Bem, mas você quer fazer isso..?', por que assim é muito difícil de ir para a frente, você sabe."

Embora nada oficial tenha sido anunciado, Phil Rudd ainda é o baterista do AC/DC. Mas a Ultimate Classic Rock fez a seguinte lista de potenciais bateristas para substituir Rudd -- caso ele não volte à banda -- segundo a The Pulse Of Radio:

Simon Wright: Baterista que substituiu Rudd entre 1983 e 1989, nos álbuns "Fly On The Wall", "Who Made Who" e "Blow Up Your Video".

Chris Slade: Músico que entrou no lugar de Wright em 1990, trabalhou em "The Razors Edge" até Rudd regressar em 1995.

Bob Richards: Baterista britânico pouco conhecido que participou dos vídeos "Play Ball" e "Rock Or Bust", primeiros singles do novo disco "Rock Or Bust". 

Jason Bonham: Filho do lendário baterista do Led Zeppelin John Bonham. Por ter tocado na banda de seu pai recentemente, ele também seria um forte candidato. 

Kenny Aronoff: Veterano que já tocou com inúmeros bandas, incluindo uma participação no supergrupo 'Chickenfoot' de Sammy Hagar, ex-vocal do Van Halen.
 
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários