Baterista do Slipknot fala sobre o supergrupo Scar The Martyr

09 de julho de 2013, por Editorial
Enquanto a banda Slipknot está longe do estúdio para gravar novo disco, o baterista Joey Jordison está com um novo projeto, a banda Scar The Martyr, onde Jordison gravou além da bateria, o contra baixo de todas as músicas, e as guitarras de quase todas, menos duas músicas do primeiro disco da banda, ainda sem nome e data de lançamento confirmados.

O batera Joey se junta aos músicos Henry Derek Bonner da Blood Promise, Chris Vrenna ex-Nine Inch Nails e Marilyn Manson, Jed Simon da Strapping Young Lad e Kris Norris da banda Darkest Hour. A produção desse primeiro álbum do supergrupo é de Rhys Fulber, que já trabalhou com nomes como Fear Factory e Rob Zombie, e será lançado pela tradicional Roadrunner Records no segundo semestre.

O último disco de estúdio do Slipknot é All Hope Is Gone, lançado em 2008, e assim como nos outros trabalhos da banda, Jordison foi peça fundamental para a composição e o arranjo da grande parte das faixas. Em Outubro a banda vem ao Brasil para tocar no festival Monsters Of Rock.
Tags: Slipknot
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários