Baterista reprova álbum póstumo de Michael Jackson

18 de maio de 2014, por Editorial
O baterista do The Black Keys, Patrick Carney, reprova o recente álbum póstumo de Michael Jackson, “Xscape”. Porém, o novo disco do duo, "Turn Blue", disputa a primeira posição das paradas de vários países do mundo, justamente com esse lançamento  póstumo do Rei do Pop. 

Os comentários do baterista apareceram em entrevista à revista Rolling Stone. "É uma porcaria tão grande que foram três anos de trabalho para tornar esse disco audível. Até parece que ele deveria estar morto há três anos para que isso fosse lançado", afirmou o músico. 

Carney tem uma opinião forte sobre o motivo pelo qual "Xscape" só chegou agora ao público. "Isso só foi lançado porque o empresário L.A. Reid (da Epic Records, responsável pelo projeto) queria um novo barco", disse o baterista do duo.

Mas Patrick Carney não foi o único a expressar publicamente a sua desaprovação. O próprio irmão do falecido, Jermaine, recentemente revelou achar que sua família devia ter se envolvido mais no projeto. Até o sobrinho de Jackson, TJ, em entrevista ao “The Sun”, afirmou que tem “emoções contraditórias” com o disco.
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários