Festival plural e eclético se rende ao rock'n roll

23 de setembro de 2013, por Editorial
A noite de fechamento do Rock in Rio foi marcada por apresentações de peso no Palco Sunset, onde os metaleiros invadiram a frente desde o começo da tarde do último dia (22) do festival. As apresentações do Sunset foram encerradas pelo mais aguardado show da noite: a mistura entre Sepultura e Zé Ramalho - Zépultura, e o grupo sueco Helloween.

Já o Palco Mundo recebeu o Iron Maiden como principal atracão do último dia do festival. Com uma super produção, o Iron foi a banda que abriu o primeiro Rock in Rio, em 1985. O mesmo palco recebeu o Slayer e o Avenged Sevenfold. A banda Kiara Rocks contou com dois convidados: o ex-vocalista do Iron Maiden, Paul Di'Anno e o ex-guitarrista do Charlie Brown Jr., Marcão.

Antes disso, no segundo dia do 'metal', quinta-feira (19), a Cidade do Rock arrastou fãs do Metallica e um público de 85 mil pessoas que vibraram com a banda californiana. A banda trouxe um repertório com as músicas "Nothing else matters", "Enter sandman", "Sad but true" e "Master of puppets", que causou pandemônio. O dia também teve dois problemas na estrutura: vazamento em banheiro e falta de água.

Mas o dia também teve outras bandas que se destacaram no Palco Sunset, por exemplo, quando a plateia chegou mais cedo que no primeiro fim de semana. Sebastian Bach e Robie Zombie fizeram shows concorridos, mas as bandas brasileiras que tocaram antes também tiveram apoio. Zombie apresentou um "filme de terror ao vivo" (expressão já conhecida pelos fãs do gênero) e Sebastian mostrou hits do Skid Row e pose de ex-galã.

O Palco Mundo ainda teve um replay do show do Sepultura com o grupo francês de percussão Tambours du Bronx. Já o sexteto sueco Ghost conseguiu o título de pior show. A "missa satânica" foi recebida com frieza. Diferente do Alice in Chains, que representou o grunge com competência, e o riff de Jerry Cantrell na faixa "Man in the box". 

A programação do quinto dia de Rock in Rio mostrou o romance que tomou conta do ar do festival, no dia 20. Foi uma noite com beijo no palco, entre uma fã e Jon Bon Jovi, além de um casório no Rock Street e pedidos de casamento na tirolesa. O Palco Mundo ainda teve o Nickelback e Matchbox Twenty.

Já no dia 21, sábado, o evento trouxe como grande atração o cantor Bruce Springsteen & The E Street Band, e o blues de John Mayer. O mesmo dia ainda teve o vencedor do American Idol Phillip Phillips, os brasileiros do Skank, Gogol Bordello ao lado de Lenine; e a apresentação da Orquestra Imperial.

Entre os dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro, a quinta edição nacional do Rock in Rio agitou o Brasil na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. O festival teve um cast que abrangeu todos os gostos, estilos e tribos, com um público de 85 mil pessoas em cada dia de evento.
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários