Marcelo Yuka lança 'Não se preocupe comigo'

15 de abril de 2014, por Editorial
O músico Marcelo Yuka tentava defender uma mulher durante assalto e foi atingido por um tiro, no dia 9 de novembro de 2000. Na época, Marcelo era o baterista da banda O Rappa, que ajudou a formar. No livro 'Não se preocupe comigo', ele faz um relato de alma, mantendo compromisso com a verdade de suas angústias e alegrias.

Hoje ganhando a vida como escritor, Yuka lança livro onde responde questões como "Um cadeirante pode ter uma vida sexual ativa?". Essa é apenas uma das perguntas do imaginário popular acerca da vida e obra de um dos nomes mais relevantes na música brasileira produzida na década de 90.

É na posição de ex-baterista da banda O Rappa, que o autor retrata sua nova vida. Em seu novo livro 'Não se Preocupe Comigo', Yuka fala do processo de recuperação, como convive até hoje com suas dores e a dificuldade para executar tarefas simples. Porém decidiu experimentar novas possibilidades: na música, nas artes e até na política.

Com essa obra, Yuka fala das dores dos anos que passaram e mostra como manteve sua sensação de juventude "pulsante" - o que segundo ele, é responsável por fazê-lo seguir criando, e escrevendo. E mesmo que sua história possa indicar o contrário, não abandonou sua crença de que "o melhor ainda está por vir".
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários