Morre o baterista Tommy Ramone

12 de julho de 2014, por Editorial
O mundo se despede do baterista Tommy Ramone, morto ontem (11) aos 65 anos, em Nova York (EUA). O músico e produtor musical era o último fundador da banda de punk rock Ramones ainda vivo. Segundo o site da revista Variety, ele estava "sob cuidados paliativos após tratamento de câncer no ducto biliar".

A informação foi publicada no perfil oficial da banda no Twitter. "É com tristeza que anunciamos a morte de Tommy Ramone (nome de nascimento: Erdélyi), o baterista original dos Ramones, nesta sexta-feira, 11 de julho de 2014", informa a nota divulgada pela banda. 
 
O texto também usa uma frase que ficou famosa, de 1978, que é atribuída a ele:

"O Ramones não era apenas música: era uma ideia. Era o ato de trazer de volta para o rock todo o sentimento que estava faltando – foi uma explosão para dizer algo novo e diferente. Originalmente, era apenas uma coisa artística; depois, finalmente senti que era bom o suficiente para todo mundo."

Já o perfil oficial do Ramones no Facebook, homenageou Tommy com uma imagem informando seu nascimento no dia 29 de janeiro de 1949, em Budapeste, na Hungria. Ele tocou nos três primeiros álbuns: "Ramones" (1976), "Leave home" (1977) e "Rocket to Russia" (1977). Após sua saída, foi Mark Ramone quem o substituiu.

O grupo foi formado em Nova York, em 1974, pelo vocalista Joey Ramone, que morreu de um linfoma no ano 2001, o guitarrista John Cummings (Johnny Ramone), falecido em 2004 também de câncer, o baixista Douglas Colvin (Dee Dee Ramone), que morreu de overdose em 2002, e Tommy.
 
 

Galeria de imagens

Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários