Pearl Jam não autoriza transmissão na TV

01 de abril de 2013, por Editorial
Abrindo o show com “Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town” com Eddie Vedder na guitarra, o Pearl Jam não permitiu que a emissora autorizada a transmitir o evento ao vivo exibisse seu show. Além disso, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, também limitou o trabalho dos fotógrafos. Com número bem inferior ao total de profissionais credenciados no festival, o grupo de 'grunge' só autorizou  que 20 profissionais registrassem o show.

Em nota oficial à imprensa, a organização informou que a banda não autorizou transmissão ao vivo do show de encerramento do Lollapalooza pela TV, mesmo diante negociações. "O Pearl Jam não cedeu os direitos de imagem e não autorizou a transmissão", anunciou logo no início da noite desse último domingo. No comunicado da TV paga, Multishow, a informação era a mesma: "super aguardada, a banda não autorizou a transmissão de seu show no festival, diferente daquilo que foi noticiado. Segundo a emissora, a banda "manteve sua política de proibir a exibição de shows realizados em festivais".

Elogiada pelo show, a banda fechou a segunda edição do Lollapalooza com um show de 2h15 de duração, com de hits de vários discos, momentos introspectivos e declarações de amor ao Brasil. Pela terceira vez no Brasil, o Pearl Jam esgotou os ingressos do último dia de festival, segundo os organizadores todos os 60 mil ingressos do terceiro dia foram vendidos para um público que, em sua maioria, compareceu para ver o grupo liderado por Eddie Vedder. O set list empolgou o público com "Corduroy" e "Do The Evolution",  emocionando a plateia quando executaram "Even Flow", single do disco "Ten", de 1991.
Veja também: Notícias recentes | Pesquisar notícias | Todas as notícias

Comentários