A&F Drum Co. O resgate do passado através de uma visão contemporânea.

Carlinhos Webber
- 3min de leitura

A&F Drum Co. O resgate do passado através de uma visão contemporânea.

Carlinhos, qual a melhor marca de bateria?

Acredito que qualquer resposta é tendenciosa e equivocada, pois para tal resposta teríamos que ter uma bancada de engenheiros, físicos, madeireiros, músicos, etc. Ainda sim seriamos movidos por aspectos muito particulares, como estética, história ou até por causa de nossos ídolos por exemplo.

 Agora, o que de fato tem me deixado intrigado e constrangido há anos com certeza e a A&F drum co. Primeiro pelo processo produtivo altamente artesanal, os lançamentos "cronometrados" de toda sua grade, cascos de metal sem torção do chanfro, latão cru, aço cru, bronze Sabian, aros vintage em latão (single flange), caixas das 6" ate 18"/22" por exemplo, bumbos curtíssimos (10", 12"), caixa que vira bumbo, ferragens excepcionais, pratos pitorescos, etc. Ufa, muita coisa! Além de visual original e complexo que intriga, questiona e é altamente pensado. Outra, todos os tambores soam demasiado, gordos, sensíveis, "orgânicos". É claro quê, coisas como medidas, material, aros, afinação, processo de construção, padrão de qualidade são peças fundamentais pra um intrumento perfeito, e é sabido pra quem tenha um pouco mais de conhecimento técnico e conhece alguns modelos consagrados, por exemplo!

 No caso da A&F, marca criada pelo músico profissional Ramy Antoun parece que isso vem de forma rápida e inteligente, como se o instrumento fosse exatamente tudo isso que nossa mente sempre quis mas que ainda faltava no mercado. Acredito que tanto a pesquisa quanto o processo de fabricação das baterias A&F tenha sido muito bem pensado e arquitetada passo a passo, porque por mais que sejam baterias lindas, com visual muito inovador e original. A A&F me passa ideia de que o "SOM" é o conceito principal, a possibilidade de muito sons de um mesmo kit é uma das melhores sacadas, materia prima local, uso do couro, da patina, do "engraving" nos cascos, das funcionalidades.

Eu acredito que o mercado precisava da A&F, e como uma marca de 2015 se tornaria uma das mais representativas da atualidade, ousando com o velho e o novo, a multipossibilidade sononora seja de matéria prima ou de estética. Tanto que "boom" foi gigantesco e músicos do mais altos níveis adquiriram produtos da marca.

 Só posso dizer, parabéns Remy, que trabalho incrível! 

©